ENTERTAINMENT
MARIANA RICCIARDI

Produtora Executiva da Barry Company, é gestora da divisão de entretenimento da empresa, operando na produção de projetos, captação de recursos, relações públicas e negócios de conteúdo de marca da companhia.

Esteve à frente de obras em longa metragem como o recém lançado documentário “Paratodos”, por Marcelo Mesquita; o drama “Infância Clandestina”, por Benjamín Ávila, uma coprodução entre Argentina, Espanha e Brasil, pré-indicada ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2013 e que contou com passagem por festivais como Cannes, Toronto, San Sebastian, além da venda em mais de 28 países para lançamento comercial. Foi também produtora executiva da unidade brasileira de “This Is Not a Ball”, por Vik Muniz e Juan Rendón, filme pré-indicado, em 2015, ao Oscar de Melhor Documentário. Sua última produção, o telefilme “Amor ao Quadrado”, com direção de René Sampaio e em parceria com a Globo Filmes, estreou no dia 24 de dezembro de 2016.

Atuou em renomadas empresas como Damasco Filmes, Zola e Academia de Filmes. Fora do país, teve passagem pela Columbia Tri Star, Madrid – Espanha, cidade onde se especializou em Film Business e Roteiro pela Fundación Carolina, tendo passado também por especialização em Roteiro na EICTV – Santo Antonio de Los Baños – Cuba.

Seu nome está relacionado a produções como a terceira temporada da série “Lilyhammer” – Netflix; “Por Isso Eu Sou Vingativa” – série para Multishow; “Gorila”, de José Eduardo Belmonte; “Heleno”, de José Henrique Fonseca; “Amor em 4 Atos”, por Bruno Barreto, Roberto Talma e Tadeu Jungle – microssérie para a TV Globo; “Amanhã Nunca Mais”, de Tadeu Jungle; “Natimorto”, de Paulo Machiline; “Cabeça a Premio”, por Marco Ricca, entre outras realizações em cinema, TV e conteúdos especiais.

RENÉ SAMPAIO

Diretor do longa-metragem “Faroeste Caboclo”, uma coprodução da Globo Filmes, conquistou o público de mais de 1.500.000 espectadores nos cinemas. O filme foi o grande vencedor do 13º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro em sete categorias, incluindo Melhor Filme de Ficção. “Faroeste Caboclo” recebeu, ainda, o 10º Prêmio Fiesp do Cinema Brasileiro (2014) como Melhor Filme, bem como o reconhecimento internacional com o Prêmio Especial do Júri em Direção, no Festival de Dallas.

É codiretor da série “Dupla Identidade”, vencedora do prêmio Globo Entretenimento, escrita por Glória Perez e sob direção de núcleo de Mauro Mendonça Filho. Sua última realização foi o telefilme “Amor ao Quadrado”, exibido no dia 24 de dezembro no ano passado, uma parceria Globo e Globo Filmes, com quem também está produzindo “Eduardo e Mônica”.

Agenciado internacionalmente pela Paradigm, é reconhecido também como diretor de curtas metragens e comerciais tendo dirigido mais de 400 filmes publicitários. Entre os mais de 40 prêmios que seus comerciais receberam destacam-se um Leão no Festival de Cannes, 4 prêmios Profissionais do Ano e o Sol de Oro no Fiap.